Absorvente Super Korui
Absorvente Super Korui
Absorvente Super Korui
Absorvente Super Korui

Absorvente Super Korui

R$ 43,00

 

DESCRIÇÃO

 

Nossas mães e avós usavam panos reutilizáveis para absorver o ciclo menstrual, e somente há poucas décadas apareceram as versões descartáveis com a promessa de facilitar nossas vidas, mas com esta facilidade também vieram alguns problemas.

Mas felizmente os absorventes de tecido estão de volta, em uma versão moderna, como um convite a resgatar o simples, o natural, e a reconexão com nosso corpo e com o planeta.

 

A parte traseira do absorvente noturno com abas, é ligeiramente mais larga, ideal para fluxos intensos e incontinências leves. 

 

Confeccionado em algodão e resíduo têxtil de moda praia, possui 6 camadas, sendo camada externa em poliamida estampada (resíduo têxtil), camada escondida em PUL (tecido impermeável e respirável), recheio com 3 camadas super absorventes em algodão e camada interna em algodão marrom, natural, suave, ideal para peles sensíveis.

Fechamento com 1 botão, para mais conforto e segurança.



Higiene: Lave antes do primeiro uso. Troque quando necessário (até 6 horas). Pode ser lavado tanto na máquina de lavar (de preferência em saquinhos de tecido para que seu absorvente aumente a vida útil) quanto a mão (até mesmo no banho ou na pia do banheiro após o uso), com água fria e sabão de coco.

Caso você Plante sua Lua (devolver o sangue menstrual para a terra), você pode deixar o absorvente de molho em água pura por alguns minutos para liberar o sangue na água e depois lava-lo normalmente.

 

Indicação: Fluxo intenso e incontinência leve.

  

Medidas: Aproximadamente 30cm.

Itens inclusos: 01 absorvente noturno com abas e fechamento com um botão (as cores dos botões variam conforme a disponibilidade estoques do fabricante);
Composição: interna: 100 % algodão; externa: resíduo têxtil moda praia.
Cor: Estampa variada de acordo com estoque

Origem: Nacional

Porque substituir seu absorvente convencional por uma opção natural e ecológica:

Você sabia que uma mulher em toda sua vida fértil pode usar em média de 10 a 15 mil absorventes?

Isso significa cerca de 150 kg de descarte não biodegradável se acumulando em lixões e aterros sanitários, contaminando nosso solo, ar e lençóis freáticos, sem contar os impactos causados em sua produção.

 

Os absorventes convencionais são compostos por:

- Plástico: contém substâncias químicas como BPA, BPS, Phthalates e DEHP.

- Algodão: pode conter agrotóxicos como o glifosato e Dioxina gerada do cloro, que deixa os absorventes branquinhos.

- Algumas versões ainda contam com neutralizadores de odor, fragrâncias, corantes artificiais e a lista de substancias contaminantes continua.

 

O contato constante dos absorventes com a pele leva estes químicos diretamente para a corrente sanguínea podendo desencadear várias doenças, além de alergias e infecções, ou seja, poluem nosso corpo e ainda poluem o meio ambiente no ato do descarte.